Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente
Início do conteúdo
Página inicial > Comunicação > Notícias > Conheça a Força Tarefa contra Roubos ao Transporte Coletivo desenvolvida pela Polícia Civil
Publicação:

Conheça a Força Tarefa contra Roubos ao Transporte Coletivo desenvolvida pela Polícia Civil

Conheça a Força Tarefa contra Roubos ao Transporte Coletivo desenvolvida pela Polícia Civil
Conheça a Força Tarefa contra Roubos ao Transporte Coletivo desenvolvida pela Polícia Civil - Foto: Polícia Civil

Lançada em março de 2016, a Força Tarefa contra Roubos ao Transporte Coletivo nasceu do contato entre a Polícia Civil e gestores das empresas de transporte público da Região Metropolitana. Na época, verificou-se que o número de ocorrências de roubo havia aumentado no ano de 2015, sendo necessária a atuação no combate aos crimes dessa natureza, visando atender a reivindicação dos trabalhadores da área e a segurança dos usuários das linhas de ônibus. 

Por meio do Departamento de Polícia Metropolitana, a Polícia Civil desenvolveu a Força Tarefa com objetivo de investigar os crimes praticados contra empresas e passageiros do transporte coletivo de Porto Alegre, bem como diminuir os índices das ocorrências. Uma equipe de dois delegados de polícia e oito agentes policiais foi designada para colocar em prática o plano de ação.

Através da identificação de autores e suspeitos de roubo, a equipe de investigação passou a monitorar indivíduos já conhecidos pela prática desses crimes, além de realizar o reconhecimento de outros envolvidos através do contato direto com as vítimas funcionários das empresas e passageiros. Por meio de reconhecimento fotográfico e pessoal, entre outras técnicas de investigação, tem sido possível descobrir a autoria dos crimes, que não raro, são cometidos pelos mesmos indivíduos e monitorar as ações criminosas.

A primeira ação da Força Tarefa contra Roubos ao Transporte Coletivo ocorreu no dia 11 de março de 2016, e teve a primeira prisão em flagrante efetuada. Um jovem de 19 anos, responsável por roubos, foi localizado na Vila Cruzeiro com uma pistola Glock, calibre 9mm e dois carregadores utilizados para a prática dos assaltos. De lá pra cá, a Polícia Civil intensificou e aprimorou o trabalho da Força Tarefa, buscando melhores resultados a cada dia.

Em pouco mais de dois anos em operação, os resultados são expressivos, tanto na diminuição da incidência dos crimes de roubo, quanto em prisões efetuadas pela Força Tarefa. Soma-se desde o início da atividade, cerca de 750 procedimentos policiais remetidos ao Poder Judiciário e 640 representações de prisões, preventivas e temporárias. Mais de 190 indivíduos envolvidos na prática de roubos ao transporte coletivo foram presos nesse período. Outros tantos seguem sendo monitorados, aguardando a decretação das prisões.

O Chefe de Polícia, Delegado Emerson Wendt, considera positivo o resultado da atuação da Força Tarefa e destaca que a centralização das ocorrências e procedimentos investigativos trouxe mais agilidade e credibilidade na elucidação dos crimes. “O compromisso da Polícia Civil é com a comunidade, no sentido de buscar mais segurança no uso das linhas de ônibus, que tem como principais usuários trabalhadores e estudantes que dependem diariamente desse meio de transporte, além de dar uma pronta resposta às empresas do ramo que sofrem inúmeros prejuízos financeiros e riscos aos funcionários por conta das ações criminosas”, complementou Wendt.

O Chefe de Polícia ainda ressalta o sucesso da investida da Polícia Civil e recorda que em novembro passado, a Câmara Municipal de Porto Alegre abriu espaço para apresentação dos resultados, ocasião em que os vereadores frisaram a importância do trabalho desenvolvido e elogiaram os números obtidos, colocando-se à disposição para auxiliar a Polícia Civil no combate e prevenção aos crimes de roubo no transporte público da Capital.

 

Larissa F. Beretta

RSS
Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul